• Jaime Horn Junior

Incoterms e Financiamento Internacional - Guia básico

Você sabe o que são Incoterms e quais os mais utilizados nas transações de exportação e importação?



Incoterms é a abreviatura do inglês (International Commercial Terms), que em português significa “Termos Internacionais de Comércio”.


Criados em 1936 pela Câmara Internacional de Comércio, são os termos comerciais internacionais, que definem as obrigações, riscos e custos que vendedores e compradores têm em um processo de compra e venda.


Trata-se de normas padronizadas que regulam aspectos diversos do comércio internacional, para que haja um claro alinhamento sobre as responsabilidades logísticas das mercadorias transacionadas.


Os Incoterms indicam em que porto ou local as mercadorias devem ser entregues, quem fornece o transporte e o seguro, e quem será responsável pela documentação e desembaraço de importação ou exportação. No entanto, apesar dessa sistemática ter sido criada para regular as transações internacionais, ela também pode ser utilizada em contratos domésticos.


Atualmente, na versão Incoterms 2020, temos: 11 termos. São eles:


  1. EXWEx Works — Na Origem (local de entrega nomeado);

  2. FCAFree Carrier — Livre No Transportador (local de entrega nomeado);

  3. FASFree Alongside Ship — Livre Ao Lado Do Navio (porto de embarque nomeado);

  4. FOBFree On Board — Livre A Bordo (porto de embarque nomeado);

  5. CPTCarriage Paid To — Transporte Pago Até (local de destino nomeado);

  6. CIPCarriage And Insurance Paid To — Transporte E Seguro Pagos Até (local de destino nomeado);

  7. CFRCost And Freight — Custo E Frete (porto de destino nomeado);

  8. CIFCost Insurance And Freight — Custo, Seguro E Frete (porto de destino nomeado);

  9. DAPDelivered At Place — Entregue No Local (local de destino nomeado);

  10. DPUDelivered At Place Unloaded — Entregue No Local Desembarcado (Local de destino nomeado); e

  11. DDPDelivered Duty Paid — Entregue Com Direitos Pagos (local de destino nomeado).


Os mais utilizados nas exportações e importações são EXW, CIF, FOB e FCA.


Outro ponto muito importante para as empresas, especialmente indústrias com uso intensivo de bens de capital, é a condição de pagamento de máquinas e equipamentos industriais de origem estrangeira, opção utilizada por grande parte dos empresários brasileiros para ter acesso às mais avançadas tecnologias industriais.


Uma opção muito utilizada por grandes empresas é o pagamento através de financiamento internacional, pois permite que o pagamento com prazo alongado, geralmente entre 5 e 10 anos, e também condições financeiras altamente competitivas, já que a operação é atrelada à taxas de juros internacionais (por exemplo a LIBOR), o que protege a operação das grandes flutuações da taxas de juros brasileira (SELIC).


Para maiores informações e simulação de operações de financiamento através de crédito internacional, entre em contato com a equipe da FDA Finance. Nossas operações estão disponíveis para empresas brasileiras, mediante análise de crédito prévia, e cobrem bens de capital produzidos em países como Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, EUA, Itália e Suíça.



Autor: Jaime Horn Junior - Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Santa Catarina, MBA em Finanças e Mercado de Capitais pela FAE Business School, certificação ANBIMA CPA-20 e co-fundador e Diretor Executivo da FDA Finance.



19 visualizações0 comentário